Fale Conosco
:: Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017
English | Português
A A A









Valid XHTML 1.0 Strict  CSS válido!

As maiores extensões de florestas tropicais do mundo estão localizadas entre as latitudes 28° norte e 30° sul, o que configura a zona intertropical. Nestas regiões encontram-se nações em desenvolvimento, que pautam suas atividades econômicas na exploração dos seus recursos naturais, entre eles a exploração da floresta.

Para combater o avanço do desflorestamento, técnicas de sensoriamento remoto têm sido forma bastante eficiente para quantificar precisamente as áreas de floresta desmatadas e, por conta disso, constituem a melhor alternativa para os países detentores de florestas tropicais.

O Projeto de Capacitação em Monitoramento de Florestas por Satélite (Capacitree) disponibiliza cursos nacionais e internacionais sobre Monitoramento de Florestas, baseados na experiência do INPE desde 1988. Após sete anos, mais de 500 participantes já foram capacitados em Belém, provenientes de mais de 50 países.

Ao clicar sobre o país, um banco de dados com nome, curso e período em que o participante participou do curso:



Para cursos internacionais, diversos projetos foram desenvolvidos em conjunto com a Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA), a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e a Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA).

Para entender as atividades desenvolvidas no CRA para capacitação, pode-se entrar nas vídeo-aulas disponíveis no link:
http://www.inpe.br/cra/capacitree/curso_online/material/videoaulas.php
. O material tem versões em português, inglês, espanhol e francês e está disponível no canal do Youtube® INPE-CRA.

Até agosto de 2017, o Capacitree já realizou mais de 80 cursos, transferindo conhecimento para mais de 690 técnicos de 60 diferentes países. A lista de países capacitados e o número de participantes pode ser visualizada na tabela abaixo:

Países capacitados de 2010 a 2017 (em ordem alfabética)
África do Sul Argélia Angola Argentina
Bangladesh Barbados Belize Bolívia
Burkina Faso Burundi Butão Camarões
Camboja Chade Chile Colômbia
Congo El Salvador Equador Filipinas
Gabão Gana Guiana Granada
Guatemala Honduras Indonésia Itália
Jamaica Laos Malásia Marrocos
México Moçambique Myanmar Nicarágua
Panamá Papua Nova Guiné Paquistão Paraguai
Peru Quirguistão Rep. Centro Africana Rep. de Camarões
Rep. Democ. do Congo República Dominicana Ruanda São Tomé e Príncipe
Senegal Sri Lanka Suriname Tailândia
Tajiquistão Tanzânia Tunísia Uruguai
Venezuela Vietnam Zâmbia Brasil (*)
*Instituições parceiras como Universidades públicas, ICMBIO, Secretarias de Meio Ambiente, IBGE, Instituto Evandro Chagas, CENSIPAM, IBAMA, SFB, ONGs, entre outros.
Links Relacionados