Fale Conosco
:: Quinta-feira, 22 de Junho de 2017
English | Português
A A A









Valid XHTML 1.0 Strict  CSS válido!

As maiores extensões de florestas tropicais do mundo estão atualmente localizadas entre as latitudes 28° norte e 30° sul, na América do Sul, oeste da África e no sudeste da Ásia, o que configura a zona intertropical. Esse ecossistema é muito importante para o planeta por conta das diversas funções que ele exerce sobre o clima, a biodiversidade e a sociedade. Nestas regiões encontram-se nações em desenvolvimento, que pautam suas atividades econômicas na exploração dos seus recursos naturais, dentre eles a exploração da floresta, realizadas intensamente e muitas vezes de forma ilegal.

Para combater o avanço do desflorestamento, as técnicas de sensoriamento remoto têm sido uma forma bastante eficiente para quantificar precisamente as áreas de floresta desmatadas e, por conta disso, constituem a melhor alternativa para estes países. O Brasil é o único país situado na região tropical que possui um programa de monitoramento de florestas, desenvolvido e operado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE desde 1988.

Considerando que o tema ambiental é assunto de interesse internacional, organismos internacionais como a Agência de Cooperação Internacional do Japão – JICA, a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação – FAO, o Banco de Desenvolvimento da América Latina – CAF e a Organização do Tratado de Cooperação Amazônica – OTCA desenvolveram esforços para firmar parcerias com o INPE a fim de gerar material didático e capacitar técnicos para operar o sistema TerraAmazon, para realizar mapeamento de corte raso, uso e cobertura da terra, seguindo projetos do Programa Amazônia, desenvolvido pelo INPE.

Projetos

Links Relacionados