Fale Conosco
:: Sexta-feira, 23 de Junho de 2017  
A A A





Valid XHTML 1.0 Strict  CSS válido!
Engenharia e Tecnologia Espaciais

Sobre o Curso

O Curso de Pós-Graduação em Engenharia e Tecnologia Espaciais (ETE) é o resultado da união das áreas de concentração em "Combustão" e "Mecânica Orbital" do Curso de Pós-Graduação em Ciência Espacial.

O Curso de Pós-Graduação em Ciência Espacial teve início no INPE em 1968, com as áreas de concentração em "Combustão" em nível de Mestrado e Astrogeofísica" em nível de Mestrado e Doutorado.

A partir de 1972 foi criada a área de concentração em "Mecânica Orbital" em nível de Mestrado. A partir de 1974 a área passou a ser oferecida também em nível de Doutorado.

Em 1980 o Curso de Pós-Graduação em Ciência Espacial incorporou também a área de concentração em Radioastronomia e Física Solar, em nível de Mestrado e Doutorado, como resultado da transferência do Centro de Radioastronomia e Astrofísica Mackenzie (CRAAM), do Observatório Nacional (ON), para o INPE, por determinação da Diretoria do CNPq.

Desse modo, a denominação Curso de Pós-Graduação em Ciência Espacial existiu desde 1968 até 1993, tendo a a área de concentração em Mecânica Orbital formado no período 56 Mestres e 12 Doutores, enquanto que a área de concentração em Combustão formou 24 Mestres. Hoje a área de Mecânica Orbital totaliza 60 Mestres e 19 Doutores, enquanto que a área de Combustão totaliza 31 Mestres.

Em reunião realizada em 18 de abril de 1996 o Grupo Técnico Consultivo (GTC) da CAPES autorizou o desmembramento do Curso de Pós-Graduação em Ciência Espacial, transformando suas áreas de concentração em cursos independentes, com efeito retroativo a partir de 01 de janeiro de 1994.

Desse modo, a denominação "Curso de Pós-Graduação em Engenharia e Tecnologia Espaciais", com áreas de concentração em Combustão e Propulsão www.lcp.inpe.br e Mecânica Espacial e Controle, passou a existir formalmente a partir de janeiro de 1994, ainda que para o INPE ele exista de fato desde 1987. Em dezembro de 2001, foi criada uma nova áreas de concentração em Ciência e Tecnologia de Materiais e Sensores, que iniciou as suas atividades em 2002.

Com a nova denominação formaram-se 47 Mestres e 18 Doutores, até agosto de 2003.

O objetivo do Curso é aperfeiçoar pessoal em nível de Mestrado e Doutorado nas áreas de Dinâmica Orbital, Guiagem e Controle, Estrutura e Controle Térmico, Combustão e Propulsão de Veículos Espaciais, Engenharia e Gerenciamento de Sistemas Espaciais e Ciência e Tecnologia de Materiais e Sensores para aplicações espaciais, aeroespaciais e terrestres, servindo de fonte de recursos humanos para aproveitamento no próprio Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - INPE, em outras Instituições de Pesquisa ou Ensino e na Indústria. Os tópicos das Dissertações de Mestrado e Teses de Doutorado são, em geral, intimamente vinculados aos projetos e atividades de pesquisa em desenvolvimento no INPE.

Características Gerais

O curso de pós-graduação na área de concentração Mecânica Espacial e Controle é ministrado em nível de Mestrado e de Doutorado e funciona na Divisão de Mecânica Espacial e Controle - DMC do INPE, localizado na cidade de São José dos Campos, SP. A Divisão conta com um computador DEC SABLE 2100/500, ligado em rede com microcomputadores e estações de trabalho. O INPE de São José dos Campos possui, ainda, um sistema de computação descentralizado e interligado através de redes, constituindo um parque de 4 sistemas OPEN/VMS e varias estações de trabalho tipo UNIX, com acesso a redes nacionais e internacionais. O INPE conta, também, com uma biblioteca especializada, com mais de 30.000 livros e 1.500 assinaturas de revistas científicas, laboratórios, células de teste especialmente equipadas e oficina mecânica.

A área de concentração Combustão e Propulsão é ministrada em nível de Mestrado e de Doutorado e funciona no Laboratório de Combustão e Propulsão - LCP do INPE, localizado na cidade de Cachoeira Paulista, SP. O INPE de Cachoeira Paulista ocupa uma área de 480 alqueires, contendo uma extensa área verde, com plantações de eucaliptos, pomares e lagos. Dispõe de excelentes instalações esportivas e de lazer, bem como um alojamento à disposição dos alunos de Mestrado e de Doutorado. Está localizado eqüidistante do Rio e São Paulo, a menos de três horas de cada cidade, e situa-se próximo às estâncias hidrominerais do Sul de Minas, próximo ao litoral norte de São Paulo e ao litoral sul do Rio de Janeiro. A infra-estrutura disponível para os cursos de Mestrado e de Doutorado incluem seis prédios, com área total aproximada de 1.500m2, compreendendo biblioteca especializada, prédio de pesquisas e secretaria, laboratório químico, oficina mecânica, Banco de Testes com Simulação de Altitude - BTSA (único da América Latina) e Banco de Testes em Condições Atmosféricas - BTCA . Os recursos experimentais e computacionais são perfeitamente adequados para o desenvolvimento tanto de dissertações de Mestrado e Doutorado, como de trabalhos técnicos dos mais variados tipos em seus projetos. A biblioteca do LCP/INPE tem contato direto com outras bibliotecas e dispõe de um dos mais completos acervos especializados na área de combustão e propulsão.O acesso à INTERNET é rápido e livre aos alunos.

A área de concentração em Ciência e Tecnologia de Materiais e Sensores é ministrada em nível de Mestrado e de Doutorado e funciona na Laboratório Associado de Sensores e Materiais - LAS do Centro de Tecnologias Especiais - CTE do INPE, localizado na cidade de São José dos Campos, SP. O LAS possui vários laboratórios de processamentos de materiais micro e nanoestruturados (incluindo filmes finos e espessos), de crescimento de filmes de diamante CVD, de cerâmicas micro e nanoestruturadas e laboratórios de caracterização de materiais e de superfícies. Possui ainda o único sistema do país de crescimento de filmes epitaxiais de semicondutores dos grupos IV-VI. O LAS possui capacitação altamente qualificada de recursos humanos e de infra-estrutura para a execução de projetos teóricos e experimentais de mestrado e de doutorado.

A área de concentração em Engenharia e Gerenciamento de Sistemas Espaciais é ministrada em nível de Mestrado e de Doutorado e funciona nas diversas divisões da Engenharia e Tecnologia Espacial do INPE, em São José dos Campos, SP. Esta área é responsável pelo projeto, desenvolvimento, montagem e integração dos satélites do INPE. As linhas de pesquisa científica e tecnológica e de desenvolvimento são: Concepção, Especificação, Arquitetura e Gerenciamento de Sistemas Espaciais, Sistemas de Bordo para Missões Espaciais, Sistemas de Solo para Missões Espaciais, Garantias de Missão e de Produto Espaciais, e Modelagem e Simulação de Sistemas Espaciais.

O Curso de Pós-Graduação em Engenharia e Tecnologia Espaciais obteve conceito 5 no Mestrado e 5 no Doutorado, na última avaliação da CAPES, realizada em 2006 e ficou classificados entre os sete melhores Cursos de Pós graduação do Brasil, na área de Engenharias III.