Você está aqui: INPE / Comunicação e Comunidade / Sala de Imprensa / Leia na íntegra

Notícia

Sonda Parker deve "tocar" o Sol. Pesquisador do INPE participa da missão

por INPE
Publicado: Ago 13, 2018
Compartilhamento no FacebookCompartilhamento no Twitter

São José dos Campos-SP, 13 de agosto de 2018

Imagem Sonda Parker deve

A Parker Solar Probe (PSP) foi lançada neste domingo (12/08) com a missão de chegar o mais próximo da estrela, analisar sua atmosfera e estudar as origens e os impactos dos ventos solares na Terra. Segundo a NASA, a sonda viajará através da atmosfera do Sol a "somente" 6,2 milhões de quilômetros da superfície solar, a uma distância "sete vezes mais próxima" do que qualquer outra nave. A agência espacial americana afirma que o objetivo é "tocar" o Sol.

A sonda Parker custou mais de 1,5 bilhão de dólares e levou quase 30 anos para ser finalmente preparada. A missão pesquisará a importância do processo de junção e aniquilação de campos magnéticos solares, fenômeno conhecido como reconexão magnética, na dinâmica da coroa solar.

A partir de outubro, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) participará das observações da missão Parker, contribuindo para os avanços dos estudos sobre o Sol.

"Trabalhei no início dessa missão quando passei um ano no Laboratório de Propulsão a Jato (JPL) de Pasadena. Depois a missão passou a ser gerenciada pelo Applied Physics Lab (APL) e ganhou o nome do Eugene Parker, que teorizou a existência do 'vento solar' em 1957, assunto que será investigado pela PSP", diz Walter Gonzalez, pesquisador da Divisão de Geofísica Espacial do INPE desde 1969.

Gonzalez e Parker recentemente lançaram juntos o livro "Reconexão Magnética", que fornece uma visão geral das pesquisas recentes nas principais áreas de aplicação da reconexão magnética, incluindo planetária, física solar, magnetosfera e astrofísica. "Em um dos capítulos discutimos exatamente sobre o aquecimento da coroa solar pelo processo de reconexão magnética", conta o pesquisador do INPE.

Em 2014, o INPE recebeu Eugene Parker durante workshop sobre reconexão magnética e homenageou o cientista que estabeleceu novas perspectivas no estudo do vento solar e outros fenômenos espaciais, revolucionando estudos sobre física solar e magnetosfera terrestre.


Logo INPE © Todas as matérias e imagens poderão ser reproduzidas, desde que citada a fonte.