Fale Conosco
:: Terça-feira, 26 de Setembro de 2017
English | Português You Tube RSS Facebook Twitter
A A A







Valid XHTML 1.0 Strict  CSS válido!

Notícias

Compartilhe:
Embaixador da Alemanha visita Centro do INPE na Amazônia
Quarta-feira, 19 de Abril de 2017

O Centro Regional da Amazônia (CRA) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), em Belém (PA), recebeu nesta terça-feira (18/4) a visita do embaixador da Alemanha no Brasil, Georg Witschel.

O embaixador pretende iniciar cooperações nas áreas de ciência e tecnologia, para fomentar a atração de investimentos, estimular as exportações e importações, fortalecer parcerias comerciais com o Estado e incentivar a integração política, econômica e cultural.

Georg Witschel assumiu o cargo em setembro de 2016. Na visita ao CRA/INPE, destacou a intenção de fortalecer políticas de proteção e uso sustentável das florestas amazônicas, combate ao desmatamento e redução de gases do efeito estufa para o enfrentamento às mudanças climáticas.

 "A cooperação alemã com o Brasil já proporcionou a vinda de consultores e instrutores ao INPE e hoje, conhecer o Centro Regional da Amazônia, diante da relevância de suas produções e avanço em geotecnologias para o monitoramento por satélite de florestas tropicais, tem feito parte do interesse e da agenda de representantes internacionais que estejam de passagem pelo Pará, ou, em alguns casos, ocorrendo exclusivamente para esta finalidade", ressaltou a chefe do CRA/INPE, Alessandra Gomes, ao recepcionar o embaixador alemão.

País comprometido com as metas da Convenção Quadro sobre Mudança do Clima das Nações Unidas, a Alemanha apoia os esforços do governo brasileiro no contexto da Cooperação para o Desenvolvimento Sustentável. Nos biomas Amazônia, Mata Atlântica e Cerrado, a Alemanha contribui para a implementação dos compromissos internacionais através do fomento à proteção e ao uso sustentável das florestas tropicais. A cooperação presta consultoria na gestão sustentável de unidades de conservação e de terras indígenas que agem como "barreiras verdes contra o desmatamento".

A criação de tecnologias eficientes no combate ao desmatamento da Amazônia, e das florestas tropicais como um todo, é uma das missões do CRA/INPE. No Parque de Ciência e Tecnologia Guamá, em Belém, as instalações do Instituto possuem infraestrutura inovadora para atender demandas atuais e futuras no âmbito das geotecnologias.

Georg Witschel conheceu o Projeto de Capacitação em Monitoramento de Florestas por Satélite (Capacitree), iniciativa do INPE que gera material didático e treina técnicos através de cursos nas modalidades presencial e online, para que se tornem aptos a operar metodologias de monitoramento e assim sejam capazes de reproduzir em seus países o sistema de monitoramento brasileiro. O Brasil é o único país do mundo a possuir um sistema deste consolidado.

Em seguida, o embaixador visitou a sala do Projeto TerraClass, que utiliza técnicas de sensoriamento remoto e geoprocessamento para qualificar o desflorestamento em toda a Amazônia Legal, através de imagens de satélites do sistema PRODES, e já gerou dados sobre o uso da terra na região para os anos de 2004, 2008, 2010, 2012 e 2014. As informações obtidas pelo TerraClass correspondem a um avanço no conhecimento do uso e cobertura da terra na Amazônia. O trabalho é feito através de parceria do CRA/INPE com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) – unidades Amazônia Oriental (PA) e Informática Agropecuária (SP).

O embaixador da Alemanha no Brasil esteve acompanhado do cônsul Paul Steffen, do representante da Câmara de Indústria e Comércio Brasil-Alemanha, Thomas Timm, e do diretor da Germany Trade e Invest, Edwin Schuh.

 

 

 


Compartilhe:
Busca Notícias



Links Relacionados
Número 08
Informativo INPE
05 de Janeiro de 2017