Você está aqui: Página Principal / Comunicação e Comunidade / Sala de Imprensa / Leia na íntegra

Notícia

INPE estima redução de 11% no desmatamento da Amazônia. Dados são do sistema PRODES

por INPE
Publicado: Dez 06, 2011
Compartilhamento no FacebookCompartilhamento no Twitter

São José dos Campos-SP, 06 de dezembro de 2011

Imagem INPE estima redução de 11% no desmatamento da Amazônia. Dados são do sistema PRODES

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) concluiu a estimativa do desmatamento na Amazônia Legal para o período de 2010-2011 realizada pelo Projeto de Monitoramento do Desflorestamento na Amazônia Legal – PRODES. Obtida pela análise de 96 imagens de satélites, correspondentes a 90% do desmatamento observado no ano anterior, a estimativa é de 6.238 km².

A margem de erro para esta medida é de mais ou menos 10%. O PRODES computa como desmatamento as áreas maiores que 6,25 ha onde ocorreu remoção completa da cobertura florestal (corte raso).

A taxa de desmatamento estimada para o período de agosto de 2010 a julho de 2011 indica uma redução de 11% em relação ao mesmo período em 2009-2010. Trata-se da menor taxa estimada pelo INPE desde 1988, quando o instituto iniciou a série de levantamentos anuais do desmatamento.

Os números foram apresentados em Brasília nesta segunda-feira (5/12) pelo diretor do INPE, Gilberto Câmara, durante reunião com a presidente Dilma Rousseff e ministros da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aloizio Mercadante, e do Meio Ambiente, Izabela Teixeira. Confira aqui a apresentação do diretor do INPE.

Essa estimativa será complementada através de análise de mais 117 imagens, necessárias para cobrir a área de floresta na Amazônia Legal, e o resultado consolidado será divulgado em abril de 2012.

O PRODES é uma das ações do MCTI no Plano para Prevenção e Controle do Desmatamento na Amazônia (PPCDAM) e tem sido reconhecido como uma contribuição fundamental para o logro das metas do PPCDAM pela presteza e transparência na divulgação da informação sobre o desmatamento na Amazônia Legal.

As figuras a seguir mostram a evolução do desmatamento por corte raso na Amazônia Legal.


Mais informações na página www.obt.inpe.br/prodes


Logo INPE © Todas as matérias e imagens poderão ser reproduzidas, desde que citada a fonte.