Número 07
Informativo INPE - 31 de Agosto de 2016

Pesquisas dos Laboratórios Associados se concentram no desenvolvimento de tecnologias críticas aplicadas às atividades espaciais

Durante o processo de discussão do novo Plano Diretor, a Coordenação dos Laboratórios Associados (CTE), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), decidiu modificar a inserção da pesquisa e desenvolvimento (P&D) de seus quatro laboratórios associados no planejamento do período de 2016 a 2019. Ao invés de vincular as metas às missões de satélites, como no passado, optou-se por enfatizar de forma genérica o desenvolvimento de tecnologias críticas voltadas às atividades espaciais. Com isso, foram estabelecidas metas que representavam melhor a diversidade das pesquisas e desenvolvimentos de seus quatro laboratórios:
sensores e materiais, plasma, combustão e propulsão e computação e matemática aplicada.

INPE investe na atualização e modernização de laboratórios de testes e qualificação de propulsores de satélites

O Laboratório Associado de Propulsão e Combustão (LCP), no INPE de Cachoeira Paulista, está desde o ano passado em processo de modernização de suas instalações de teste e qualificação de propulsores a fim de melhor atender ao programa espacial brasileiro.

Programas científicos de mudanças climáticas ajudam a consolidar rede de pesquisas em ciência do sistema terrestre do INPE

Em entrevista publicada em edição anterior do INPE Informa (http://www.inpe.br/informativo/05/nota.01.php), o pesquisador Jean Ometto, chefe do Centro de Ciência do Sistema Terrestre (CCST) do INPE, enfatizou a importância das interações multidisciplinares para o desenvolvimento e a consolidação dessa que é a mais nova área de atuação do Instituto.