Você está aqui: INPE / GSST /
Save-the-Date Announcement


Download do Relatório de Estudo da Missão Download

Primeiro Workshop do Telescópio Solar Espacial Galileo

Março 16-18, 2020


Visão Geral

A Galileo Solar Space Telescope (GSST) é uma missão de fronteira com o objetivo de fornecer medidas do campo magnético na superfície solar e nas camadas mais baixas de sua atmosfera, dentro de um esforço internacional para entender a evolução da Heliosfera. O objetivo principal do workshop é preparar para uma análise formal da missão GSST, incluindo a possibilidade de realização técnica e programática dos conceitos candidatos (Fase 0/A) a serem concluídas de maio/2020 a Novembro/2020.

As questões científicas que serão abordadas pela missão GSST são: Quais são os processos físicos/de plasma fundamentais operando no Sol? Como funciona o Dínamo Solar? Quais são as contribuições relativas dos diferentes processos para o aquecimento das camadas mais externas (Cromosfera a Coroa)? Quais são os efeitos da estrutura magnética das camadas externas do Sol na evolução do sistema, altamente acoplado, atmosfera-oceano terrestre? Quais são as respostas do campo magnético e das partículas energéticas na vizinhança no nosso planeta ao impacto de diferentes estruturas do vento solar?

Levando em consideração estas questões científicas, o conceito da missão GSST pretende realizar observações em alta resolução espacial e temporal para caracterizar a evolução da estrutura magnética da fotosfera, cromosfera, sua modulação na região de transição, e na Coroa, bem como seus impactos no Geoespaço. Especificamente, a missão tem três objetivos principais: (1) Contribuir para o entendimento da evolução da estrutura magnética do Sol; (2) contribuir para o entendimento da influência do Sol no Clima da Terra; (3) Contribuir para o entendimento dos impactos do Sol no Geoespaço. Durante o workshop as atividades serão organizadas em torno destes três objetivos em 3 grupos de trabalho: (1) WG1: Física Solar; (2) WG2: Sol-Climal; (3) WG3: Vento Solar-Magnetosfera.

O workshop será estruturado como segue: (1) Visão preliminar sobre os Objetivos Científicos e Medidas a serem realizadas pela missão GSST; (2) Painéis de revisão dos instrumentos científicos; (3) Observatório espacial e terrestres; (4) Resumo dos principais pontos/sugestões levantados durante os painéis e apresentações; (5) Atualização dos Objetivos Científicos e dos requisitos das Medidas a serem realizadas; e (6) Oportunidade de Cooperação.

No primeiro passo, a equipe do GSST do INPE irá apresentar uma visão geral do documento preliminar dos Objetivos Científicos e dos requisitos de observações a serem realizadas pela missão GSST, juntamente com a descrição dos designs e carga util da missão. Para acessar o estudo preliminar da missão, visite:
Download do Relatório de Estudo da Missão.

O Centro de Projeto Integrado de Missões Espaciais (CPRIME) realizou um estudo conceitual da missão GSST de Agosto a Dezembro de 2017. O escopo principal deste estudo foi prover soluções conceituais para atingir os objetivos científicos da missão, incluíndo o segmento de solo, bem como a primeira avaliação do cronograma de desenvolvimento, riscos, custos associados e respectivas soluções. A partir desta análise de trade-offs para a arquitetura da missão, a equipe de engenheiros identificou três impactos significantes na performance, custo, risco e cronograma do sistema, dependendo da solução escolhida. Estes elementos, a saber, a arquitetura da carga útil óptica, a órbita do satélite, e a disponibilidade de estações terrenas para recepção dos dados foram definidas como os principais forçastes do projeto. Eles também foram relacionados aos requisitos críticos do sistema: Precisão de apontamento do satélite, estabilidade do apontamento e alta taxa de aquisição de dados.

O esboço inicial da carga útil óptica, para estimativa da estrutura do campo magnético da atmosfera solar, usando espectropolarimetria consiste de três telescópios: uma para alta resolução espacial e dois para imagens do disco solar inteiro. O instrumento de alta resolução espacial irá coletar a luz solar e dividi-la em dois feixes que serão enviados para dois detectores CCD; um destes detectores será no visível (VIS) e outro em ultravioleta (UV). Os instrumentos de disco solar inteiro utilizarão dois telescópios, um visível (VIS) e outro ultravioleta (UV).

Em relação a escolha da órbita, uma análise levando em conta diferentes soluções para armazenamento de dados onboard, disponibilidade de estações de solo e transmissão de dados do satélite sugeriram que ambas opções de órbita baixa (LEO) e órbita geoestacionária (GEO) podem ser consideradas.

Na seqüência das palestra de revisão, os especialistas apresentarão palestras “Keynote” sobre física solar, conexão Sol-Clima, e Física do acoplamento Vento Solar-Magnetosfera. As palestras “Keynote” serão serão estruturadas entorno da ciência relevante ao esboço inicial dos objetivos e dos instrumentos e irão discutir: (1) questões abertas; (2) sugestões de mudanças nos objetivos científicos e requisitos.

Em seguida, serão realizados painéis para cada grupo de trabalho. Para garantir eficiência nas discussões/sugestões, os painelistas irão abordar as seguintes questões:

  1. Quais são os três principais Objetivos Científicos que os instrumentos propostos poderão abordar?
  2. Quais são as principais observações e especificações, levando em consideração o design da missão.
  3. Existe alguma sugestão inovadora a ser incorporada?

A audiência pode participar ou submeter questões diretamente ou eletronicamente após as apresentações. Um moderador para cada painel organizará a interação entre painelistas e audiência.

Observações relevantes sobre aspectos espaciais e terrestres serão discutidas na manhã do dia 3 (Passo #3), enquanto os pontos e propostas dos painéis e Keynotes serão resumidas no Passo #4. Passo #5 será dedicado a atualização dos objetivos científicos e design da missão. Finalmente, no último passo, possibilidades de colaboração serão discutidas.

Contribuições da comunidade são esperadas e Bemvindas na forma de apresentações durante os painéis, sessões de poster e discussões.


Rodrigo Leonardi AEB, SOC co-chair
Luis Eduardo Antunes Vieira INPE, SOC co-chair
Alisson Dal Lago INPE, LOC, co-chair
Marlos Rockenbach INPE, LOC, co-chair

Publicado Por: INPE
Última Modificação: Jan 02, 2020 14h49