Você está aqui: INPE / Centro Regional Sul de Pesquisas Espaciais / PAN / Projetos e Pesquisas / Geoespaço.

Geoespaço

Publicado Por: INPE
Última Modificação: Abr 03, 2018 14h07

O objetivo deste projeto é se caracterizar os impactos do clima espacial na camada ionizada da nossa atmosfera, a ionosfera, e entender o seu papel nas variações climáticas atuais, através do estudo de seu acoplamento com as demais camadas da atmosfera. O acompanhamento do comportamento da ionosfera (80 a 1000 km) é feito através de várias técnicas de sondagens rádio realizadas na região da Península Antártica e sobre o território brasileiro. A alteração das propriedades físico-químicas da ionosfera, produzidas pelas variações da radiação solar, tem apresentado uma relação próxima com o regime de ventos, a quantidade de radiação ultravioleta que atinge solo, bem como na cobertura de nuvens e precipitação de chuvas/neve. Portanto, sendo significativa nas variações climáticas que estão ocorrendo em nosso planeta. O estudo da atmosfera nas regiões polares é especialmente importante, pois nessas regiões de altas latitudes os impactos do clima espacial são mais pronunciados. Nos pólos a configuração dipolar do campo magnético da Terra permite uma conexão direta da nossa atmosfera com o espaço vizinho, portanto tem uma influência mais acentuada das alterações do clima espacial. O comportamento da ionosfera é monitorado através de:

  • sondagens VLF feitas com receptores instalados na EACF e no Rádio Observatório do Itapetinga (ROI) em Atibaia. Os receptores detectam a amplitude e fase de ondas de rádio de freqüência muito baixa (VLF) que estão se propagando no guia de onda formado pela base da ionosfera e o solo, e que são transmitidas por estações da marinha dos EUA;
  • sondagens GPS feitas com receptores de dupla freqüência instalados na EACF e pertencentes à Rede Brasileira de Monitoramento Contínuo (RBMC – IBGE) distribuídos pelo território brasileiro. O estado da ionosfera é monitorado através da determinação do conteúdo total de elétrons (CET - TEC) e de medidas de cintilação. A estação GPS na EACF integra a rede internacional que opera no continente Antártico dentro do ‘Action Group GPS Weather and Space Weather Forecast - GWSWF ’ do SCAR, onde participam 7 países (Itália, Brasil, Canadá, Polônia, África do Sul, Argentina e Reino Unido);
  • sondagens com uma ionossonda CADI instalada na EACF;
  • sondagens feitas com riômetros instalados na EACF e no ROI. Os sistemas integram a rede SARINET que cobre a América do Sul dentro de colaboração com a Universidade Takushoku do Japão, onde participam 4 países (Japão, Brasil, Chile e Argentina). O comportamento do clima espacial é monitorado através do: - comportamento do fluxo de raios cósmicos detectados na região da Anomalia do Atlântico Sul com o experimento CARPET instalado no Complexo Astronômico El Leoncito (CASLEO) nos Andes Argentinos;
  • monitoramento da atividade do Sol através da sua emissão rádio detectada por telescópios instalados no ROI e no CASLEO. O projeto é multidisciplinar envolvendo as áreas de: ciência da atmosfera, geociências e física solar. O projeto envolve a participação de várias instituições nacionais (INPE, UPM, PTR/USP e IBGE) e internacionais (LPI/Rússia, CASLEO/Argentina e STAR/EUA).

Monitoramento da alta atmosfera na região Antártica e na América do Sul (GEOESPAÇO). Edital MCT/CNPq nº 23/2009 – PROANTAR (Processo nº 556872/2009 - 6).




Responsável:

Emilia Correia

Contato:

Telefone: (11)3214-8727
Email:
emilia.correia

Equipe:

Dra. Emília Correia (INPE/CRAAM)
Dr. Jean-Pierre Raulin (CRAAM/UPM)
Dr. Pierre Kaufmann (CRAAM/UPM)
Dr. Fernando Bertoni (CRAAM/UPM)
BSc. Maria Tereza Quevedo (INPE)
Técnico Armando Tatumi Hadano (INPE)
Técnico Yasushi Rubens Hadano (INPE)
Técnico Robinson Falsarella (INPE)
Técnico Edson Bortolossi (INPE)
Técnico Francisco Mesquita de Paula (INPE)
Técnico Avicena Filho (INPE)


Colaboradores Brasileiros:

Dr. Edvaldo Simões da Fonseca Jr (PTR/USP)
Dr. José Henrique Fernandez (CRN/INPE)
Dr. Paulo Fagundes (UNIVAP)
Dr. Mangalathayil Ali Abdu (INPE)
Dr. Yogeshwar Sahai - UNIVAP)
Dr. João Francisco Galera Monico (UNESP-São Carlos)


Colaboradores Estrangeiros:

Dr. Vladimir Makmutov (Lebedev Physical Institute, Rússia)
Dr. Yuri Stozhkov (Lebedev Physical Institute, Rússia)
Dr. Hugo Levato (Complexo Atronomico El Leoncito - CASLEO, Argentina)
Dr. Umran Inan (Stanford University, EUA)
Dr. Kazuo Makita (Takushoku University, Japão)
Dr. Mauricio Alfredo Gende (Universidade de La Plata, Argentina)
Dr. Ricardo Alfredo Gil Hutton (CASLEO, Argentina)
Dr. Walter Guevara-Day (CONIDA, Peru)
Dra. Giorgiana di Franceschi (INGV, Itália)


Estudantes:

Juliano Moro (mestrado 2011, INPE)
Rodney Vicente de Souza (mestrado 2009, CRAAM)
Jorge Enrique Samanes Cardenas (mestrando, PGEE Mackenzie)
Luis Olavo Fernandes (mestrando, UNICAMP)
Hernan Rivero Gavilan (doutorando, INPE)
Alexandre Rodel (graduando em Física, Mackenzie)
Giselle Barreto (graduando em Física, Mackenzie))
Maria Tereza Quevedo (graduando em Física, UFRJ)